Produção independente de Eletricidade e a Eficiência Energética

O setor elétrico de quase todos os países tem passado por um processo de autocrítica, revisão de objetivos, mudança da relação entre as empresas e dessas com os usuários. Uma das características deste processo tem sido a revisão do conceito de que todos os segmentos do serviço de energia elétrica se constituem em um monopólio natural (cf. box). Isto permite a introdução de um importante ator novo na geração, normalmente referido como Produtor Independente de Eletricidade ­ PIE Genericamente, os PIEs são geradores de eletricidade que não são concessionários de serviço público. São empresas que produzem e vendem eletricidade e/ou outras utilidades (vapor, frio, ar soprado). Seus clientes são outras empresas, inclusive concessionárias de serviço público. OPIE pode tanto ser uma indústria onde produzir eletricidade é uma atividade meio, ou ser uma empresa especialmente constituída com este objetivo.

Read More →

Autores: Alan Douglas Poole, Jayme Buarque de Hollanda, Mauricio Tiomno Tolmasquim

Reformas Institucionais e Forças de Mercado: lições da indústira de eletricidade européia

A assinatura do Tratado de Unificação Européia marcou o início de uma profunda revisão nas prioridades de política energética da Comunidade Européia. Desregulamentação e pressões competitivas passaram a ser os eixos de política sobre uma indústria tradicionalmente monopólica e verticalmente integrada, onde a autonomia energética de cada Estado Nacional estava assegurada por barreiras institucionais, sendo agora alvo da articulação de um espaço supranacional de redes de infra­estrutura.

Read More →

Autores: Mauricio Tiomno Tolmasquim, José Cláudio Linhares Pires

Flexibilização da Indústria Petrolífera: o caso Argentino e o caso Venezuelano

Vários países começaram, ao final dos anos 80, a realizar mudanças no seu setor petrolífero. A direção destas mudanças apontava no sentido oposto ao da onda de nacionalizações que se seguiu à intensa valorização dos recursos petrolíferos nos anos 70. Ao contrário do que ocorria neste período, os países se defrontavam, no início dos anos 90, com uma situação de financiamento externo restrito, preços internacionais em declínio, baixo crescimento do consumo mundial de petróleo, reduzida capacidade de autofinanciamento das empresas estatais de petróleo e pressões crescentes para a diminuição do déficit público.

Read More →

Autores: Andréa Bastos da S. Guimarães, Dione C. Oliveira, Mauricio Tiomno Tolmasquim

Cenários de Evolução da Demanda de Energia no Brasil até 2010

This paper aims to present the evolution of energy consumption in the Brazilian industrial sector and energy efficiency potentials deriving from the analysis accomplished through a model developed by a group oí researchers of the Energy Planning Programme of COPPE/UFRJ: the Energy Planning Integraled Model – MIPE. The sludy starls by presenting the MIPE, which is a technical and economic parametric model conceived to foresee oífer and consumption of energy through ali economic sectors in Brazil, according to three scenario. Ali scenario will be shorlly presenled, since they werc constructed following some specific assumptions. Industrial sector was disaggregated in eleven subsectors: food and beverages, ceramies, cement, ironsteel and Steel, ferro, illoy, non-ferrous metais and others from metalurgy, chemicals, paper and wood pulp, te x lile and other industries. Ali these subsectors will also be presenled as well .i>. The results of scenarii forecasts. Resulls deriving from the forecasts come from very specific studies lhat analyse ali process steps from each subsector in order to be able to propose energetic substitutions or efficieniy improvemenls or struclural produetion changes, lhat lead to imporlant energy consumption reduclions potential. Last bul no least, this paper will show the evolution forecasts deriving from lhe three scenario constructed for a period of ten years and its contributions to Brazilian energy efficiency in the industrial sector.

Read More →

Autores: Mauricio Tiomno Tolmasquim, Alexandre Salem Szklo, Claude Cohen

A formação de preços dos derivados de petróleo no Brasil

O preço dos derivados de petróleo se apresenta como item importante de análise uma vez que o petróleo se constitui na principal fonte energética do mundo, com um mercado bastante organizado e globalizado, sendo responsável por conflitos inter e intra­regionais, geração de políticas de desenvolvimento, inversões de capital para o setor produtivo da economia. Assim, o petróleo se constitui, ainda hoje, em um dos grandes dinamizadores do progresso econômico das nações.

Read More →

Autores: Marcio Werner Lima Sathler, Mauricio Tiomno Tolmasquim