CAPM e Regulação no Segmento de Distribuição do Setor Elétrico Brasileiro

Este trabalho tem como objetivo analisar a utilização dos betas, oriundos do Capital Asset Pricing Model (CAPM), nas revisões tarifárias do segmento de distribuição de energia elétrica no Brasil. Os betas entram na composição da taxa de desconto dos fluxos de caixa das distribuidoras de energia elétrica e compõem o custo médio ponderado de capital. Tais betas, utilizados pelo órgão regulador brasileiro, são determinados tradicionalmente com base em dados dos mercados americano e inglês, por alegação de falta dados até então consistentes para calculá-los a partir dos dados nacionais. Este artigo analisa esta questão e compara os betas oriundos dos mercados americano e inglês com betas obtidos a partir de dados do mercado doméstico. Do ponto de vista metodológico, os betas do mercado doméstico foram calculados diretamente a partir de uma base de dados econômico-financeiros que é amplamente utilizada pelo mercado nacional. A amostra para este cálculo foi composta por ações de empresas cotadas na Bolsa de Valores de São Paulo que tinham como principal atividade a distribuição de energia elétrica no período de janeiro de 2002 a janeiro de 2007. Os resultados mostram que os betas médios obtidos para o segmento de distribuição a partir de dados da realidade brasileira convergem para um valor próximo ao que está sendo utilizado para o ciclo de revisões tarifárias 2007-2010 a partir de dados internacionais. Assim, configura-se uma indicação de que o órgão regulador brasileiro não necessita mais utilizar dados de betas oriundos dos mercados internacionais, uma vez que pode obtê-los através do próprio mercado doméstico, com a vantagem de que tais resultados aderem mais à realidade do mercado local que está sendo regulado.

Read More →

Autores: Rinaldo Caldeira Pinto, Virginia Parente

Palavras-chave: , , , , , , , ,

Potencial de intercâmbio de energia elétrica entre os sistemas elétricos do Brasil e da Argentina

Nos últimos anos, diversos países vêm promovendo a integração de seus mercados de energia elétrica com o objetivo de promover o melhor aproveitamento dos recursos energéticos e aumentar a confiabilidade do suprimento e a competição entre os diversos agentes do setor. Na América do Sul, a principal interligação internacional existente corresponde à interconexão entre Brasil e Argentina via Garabi, com capacidade total de 2200 MW, que tem sido utilizada apenas quando um dos países apresenta dificuldades no suprimento de energia ou excesso de oferta hidrelétrica. Nesse contexto, esse trabalho tem como objetivo avaliar os potenciais benefícios da utilização plena dessa interligação em relação à redução nos custos de produção de energia e à segurança do suprimento. Para isso, foram realizadas simulações do deck do modelo Newave do Plano Decenal de Energia 2019 da EPE considerando uma demanda adicional de energia para atender à Argentina e também uma oferta termelétrica adicional para avaliar a possibilidade de importação de energia desse país. Os resultados indicam que o melhor aproveitamento da interligação existente e a maior integração dos mercados de energia elétrica dos países podem contribuir significativamente para a redução dos custos de produção da energia elétrica e do risco de déficit no suprimento de energia, beneficiando consumidores e produtores de energia de ambos os países.

Read More →

Autores: André Luiz Zanette

Palavras-chave: , ,

Desenvolvimento e investimentos no setor elétrico paraense: Uma análise no ambiente do setor comercial

Este estudo objetiva apontar caminhos de como se desenvolve a dinâmica dos efeitos dos investimentos em energia elétrica na estrutura do setor comercial diante do processo de desenvolvimento do Estado do Pará. O objeto de estudo é o Estado do Pará. A metodologia utilizada neste ensaio fundamentou-se a partir da identificação de correlações lineares entre variáveis vinculadas a energia elétrica e ao processo de desenvolvimento em cada setor econômico; e a partir da análise crítica da interferência das sinergias setoriais provocadas por estas correlações junto a dinâmica dos investimentos no setor elétrico. Verificou-se que os investimentos em energia elétrica, embora em curto prazo possam ocasionar efeitos direcionados na promoção da atividade econômica de determinada região ou país, tendem, em médio e/ou longo prazo, a distorcer as bases sustentáveis de promoção da melhoria da qualidade de vida das populações na medida em que o efeito dos investimentos em energia elétrica é uma função das sinergias oriundas do perfil de cada setor econômico, das especificidades regionais verificadas e das políticas setoriais estrategicamente planejadas.

Read More →

Autores: Fabricio Quadros Borges

Palavras-chave: , , , ,

Previsão de consumo de energia elétrica em Petrolina – PE

Este artigo científico apresenta equações matemáticas como forma de previsão do consumo de energia elétrica utilizando o método estatístico de regressão linear múltipla. As equações que são apresentadas utilizam o modelo do método dos mínimos quadrados para determinação dos coeficientes de regressão, e respeitando a divisão de classes consumidoras industrial e residencial na cidade de Petrolina (PE). Este artigo possui o objetivo de prover as empresas e as pessoas que atuam nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica na região com ferramenta de previsão que garanta um patamar confiável de projeções do consumo de energia elétrica, garantindo o fornecimento necessário de energia. Visando que situações como as ocorridas no Brasil em meados de 2000 e 2001 de racionamento de energia elétrica não se repitam. Então o artigo apresenta uma relevância significativa, visto a ausência de trabalhos nessa área voltados aos interesses da região. Ao final consegue-se alcançar métodos confiáveis, a partir das equações de regressão linear múltipla, que garantem uma previsão do consumo de energia elétrica correta.

Read More →

Autores: Alexandre Alex Silva e Caldas, Eucymara França Nunes Santos

Palavras-chave: , , ,

Análise do uso da energia elétrica em instalações industriais do segmento de alimentos e bebidas

No Brasil, o setor industrial é responsável por cerca da metade do consumo final de energia elétrica; logo, ações que visam estimular o uso racional e a conservação de energia elétrica são importantes. Este trabalho teve como objetivo analisar o uso da energia elétrica em instalações industriais do segmento de Alimentos e Bebidas, através de uma amostra situada na região Sudeste do Brasil. O segmento foi escolhido pelo fato de ter grande representatividade, em termos de maiores consumidores de energia elétrica, entre as indústrias do País. Através das medições em campo, determinou-se para cada instalação industrial analisada, indicadores de eficiência energética, como o fator de carga, o consumo específico e o preço médio da energia. Também foi realizada a análise do enquadramento tarifário das instalações. Constatou-se que, apesar das instalações já terem equipes que realizam algum tipo de monitoramento do uso da energia elétrica, em muitos casos ainda se tem oportunidades para a racionalização do uso da energia elétrica.

Read More →

Autores: Roberto Perillo Barbosa da Silva, Luiz Antonio Rossi

Palavras-chave: , , , , ,