Visão Prospectiva da Matriz Energética Brasileira: Energizando o desenvolvimento sustentável do país

Os estudos de cenários para os próximos anos mostram que o consumo de energia crescerá a taxas superiores as dos últimos 25 anos. Em duas décadas e meia a expansão da oferta energética poderá superar o dobro da atual capacidade instalada, em todos os segmentos, com destaque para petróleo e gás natural, geração de eletricidade e produção de etanol. São vários os desafios para planejadores, investidores e consumidores, como por exemplo, a capacitação de pessoal, o desenvolvimento de tecnologia, a aprovação de novos arcabouços legais, a mudança de hábitos de consumo, etc. Mas também são muitas as oportunidades. Para investidores, os nichos de mercado e o potencial de crescimento são enormes, seja no fornecimento de equipamentos e insumos, no investimento em novos empreendimentos energéticos, ou no segmento de consultorias, seguros e financiamentos. Para planejadores e consumidores as oportunidades também são promissoras, em termos de aperfeiçoamento de novas tecnologias de gestão e na contribuição para o desenvolvimento sustentável. Este artigo detalha essa discussão apresentando os principais destaques para os próximos 25 anos no que se refere à oferta e ao consumo de energia no país.

Read More →

Autores: Mauricio Tiomno Tolmasquim, Amilcar Guerreiro, Ricardo Gorini

Palavras-chave: , , ,

Metodologia de análise de custo do ciclo de vida (ACCV)

A Lei Brasileira 10.295/2001 estabelece os princípios da “Política Nacional de Conservação e Uso Racional de Energia” e determina o desenvolvimento de padrões de energia para todos os equipamentos comercializa-dos no Brasil que consomem energia. Este artigo apresenta metodologias utilizadas nos Estados Unidos e na Europa. Também são apresentados os impactos da introdução de melhorias (inova-ções tecnológicas) viáveis economicamente (de custo­efetivo) por meio da análise do custo do ciclo de vida (ACCV) dos refrigeradores populares (geladeiras domésticas de uma porta Brasileiras). Os resultados das simulações de introdução de inovações em refrigeradores melhorando sua eficiência energética foram usados para estimar os impactos de novos padrões de eficiência energética num período de 15 anos (2005 a 2020). Um dos cenários desenvolvidos assumiu em 2000 que 53% dos refrigeradores populares Brasileiros eram modelos já mais eficientes que a média do mercado e que os restantes 47% eram modelos de eficiência média, ou seja, um cenário bastante realista que assumia que as melhorias sugeridas tinham maior impacto para 47% do mercado existente. Foi sugerido um padrão que estabelecia uma redução de 24% no consumo energético, comparado com o consumo do refrigerador no ano de 2000, para ser atingido num período de cinco anos (2005) e, 48% num período de 10 anos (2010). Para se atingir os 24% de eficiência, o período de retorno do investimento foi calculado em 7 anos (menos da metade da vida útil da geladeira estimada em mais de 16 anos). Também neste caso (padrão de 24% à partir de 2005), no período de 15 anos (2005­2020) o Brasil economizaria aproximadamente 70 TWh, os consumidores economizariam aproximadamente 9 bilhões de reais (R$), além dos aproximadamente 1,5 bilhões de dólares (US$) possíveis de serem negociados como crédito de carbono (MDL – mecanismo de desenvolvimento limpo num cenário de aproximadamente 40 US$/tCO2) uma vez que o país deixaria de emitir cerca de 34 MtCO2.

Read More →

Autores: Guilherme de C. Queiroz, Gilberto De M. Jannuzzi, Edson A. Vendrusculo, Herculano Xavier da Silva Júnior, Eloísa Elena Corrêa Garcia

Consumo final de energia para o setor residencial no Estado de Minas Gerais, no longo prazo – 2004/2025

Este trabalho apresenta um estudo do balanço de oferta e demanda de energia para o Setor Residencial do Estado de Minas Gerais no longo prazo – 2004/2025, usando a metodologia do modelo Energy and Power Evaluation Program – EN-PEP. Foram estabelecidos três cenários macroeconômicos: o Cenário Básico, que pressupõe o crescimento da economia no mesmo nível da evolução histórica (3,7% a.a.); o Cenário Alto, com uma perspectiva favorável de crescimento da economia (5,2% a.a.) e o Cenário Baixo, com uma perspectiva desfavorável (2,2% a.a.). Os resultados mostram que para o Cenário Básico é esperado um crescimento do consumo final de energia da ordem de 38% até 2025, passando de 3.380 mil tEP para 4.673 mil tEP; o Cenário Alto deverá ser cerca de 23% superior e o Cenário Baixo 17% inferior ao consumo do Cenário Básico. O crescimento do consumo final de GLP deverá ser da ordem de 153% no Cenário Básico, 243% no Cenário Alto e de 83% no Cenário Baixo; Estes aumentos apontam uma urgente avaliação de seu abastecimento e distribuição. O consumo final de GLP deverá superar o de Lenha e Carvão Vegetal a partir do ano de 2020. Entre 2004 e 2025, o aumento do consumo final de Eletricidade deverá ser cerca de 113% no Cenário Básico, 189% no Cenário Alto e 55% no Cenário Baixo, apontando para a necessidade de elaboração de políticas energéticas de geração e redução das perdas por distribuição, pois em 2004 foram perdidos quase 72% do aumento projetado pelo modelo neste estudo.

Read More →

Autores: Leonardo Barrouin Melo, Ricardo Brant Pinheiro

Palavras-chave: , , , ,

Contribuições do biodiesel obtido da gordura bovina na matriz energética do Estado de Mato Grosso

Mato Grosso apresenta abundância de recursos naturais, mas enfrenta desafios na questão energética. Um avanço na matriz energética é possível, a médio prazo, se forem aproveitadas oportunidades claras de fontes renováveis. A utilização de biodiesel em motores diesel e a consequente substituição de combustível fóssil introduzem grandes benefícios econômicos, sociais e ambientais, especialmente nas regiões­pólos de produção de biomassas no Estado – oleaginosas da soja e algodão e gordura animal. Este trabalho apresenta uma análise das possibilidades de oferta de biodiesel obtido a partir da gordura bovina (sebo), considerando os potenciais das mesorregiões de Mato Grosso, que vem também auxiliar no planejamento da expansão da oferta de biocombustível produzido localmente.

Read More →

Autores: Ivo Leandro Dorileo

Palavras-chave: , , ,

Gás natural liquefeito como alternativa de suprimento energético para o nordeste do Brasil

O presente trabalho propõe­se a avaliar o papel do GNL – Gás Natural Liquefeito – como alternativa para complementação do suprimento energético para o Nordeste do Brasil. Deste modo, discute o mercado do Gás Natural no Brasil, situando a sua oferta e demanda em relação ao cenário energético no mundo e no Brasil, buscando elementos que permitam identificar as oportunidades para a implantação de um terminal de liquefação no Nordeste. Enfim, ressalta a importância desta alternativa face às perspectivas futuras quanto ao abastecimento de Gás Natural no Brasil, em especial no Nordeste.

Read More →

Autores: Francisco Fidalgo, Giovani Ferreira, Jair Gomes, Maria Olívia de Souza Ramos