Déficit de energia elétrica ante cenários de crescimento econômico e o potencial de energia eólica: Um estudo de caso

O trabalho orienta-se pela investigação de variáveis significativas relacionadas ao consumo de energia elétrica e ao crescimento econômico, desenvolvendo simulações que permitam analisar a ocorrência de déficit de energia, suprida, particularmente, pela energia eólica. Discute o processo de estruturação do mercado brasileiro de energia elétrica e analisa as relações entre oferta e demanda no estado do Ceará, escolha esta recaída neste estudo de caso em virtude de seu potencial eólico. Expõe através de estudos e dados a liderança potencial detida por esse estado na geração de energia eólica, e apresenta ferramentas de incremento financeiro através da inserção dos projetos eólicos no mercado de emissões. O estudo propõe modelos econométricos e simulações de previsões que permitem analisar o comportamento da demanda de energia elétrica, bem como o potencial energético necessário ante cenários de crescimento econômico, e a possibilidade do diferencial ser suprido por energia eólica.

Read More →

Autores: Ronaldo de Albuquerque e Arraes

Palavras-chave: , , ,

Desenvolvimento e investimentos no setor elétrico paraense: Uma análise no ambiente do setor comercial

Este estudo objetiva apontar caminhos de como se desenvolve a dinâmica dos efeitos dos investimentos em energia elétrica na estrutura do setor comercial diante do processo de desenvolvimento do Estado do Pará. O objeto de estudo é o Estado do Pará. A metodologia utilizada neste ensaio fundamentou-se a partir da identificação de correlações lineares entre variáveis vinculadas a energia elétrica e ao processo de desenvolvimento em cada setor econômico; e a partir da análise crítica da interferência das sinergias setoriais provocadas por estas correlações junto a dinâmica dos investimentos no setor elétrico. Verificou-se que os investimentos em energia elétrica, embora em curto prazo possam ocasionar efeitos direcionados na promoção da atividade econômica de determinada região ou país, tendem, em médio e/ou longo prazo, a distorcer as bases sustentáveis de promoção da melhoria da qualidade de vida das populações na medida em que o efeito dos investimentos em energia elétrica é uma função das sinergias oriundas do perfil de cada setor econômico, das especificidades regionais verificadas e das políticas setoriais estrategicamente planejadas.

Read More →

Autores: Fabricio Quadros Borges

Palavras-chave: , , , ,

Valoração econômica de flexibilidades insumo-produto em plantas da indústria petroquímica

Os investimentos na indústria petrolífera e petroquímica são freqüentemente de médio/longo prazo, ricos em opções reais (flexibilidades gerenciais ou operacionais), com alto grau de irreversibilidade e sujeitos a condições de incerteza técnica e econômica. Nesse contexto, o método tradicional de fluxo de caixa descontado é muito limitado para tratar de incertezas e de flexibilidades, e frequentemente leva a decisões equivocadas. O presente trabalho usa técnicas mais modernas de análise econômica, com uma abordagem realmente científica, modelando a incerteza econômica como um processo estocástico e usando técnicas de simulação estocástica que consideram os graus de liberdade gerencial de um projeto. A moderna teoria de investimentos sob incerteza, também conhecida por Teoria das Opções Reais (TOR), separa o valor da oportunidade de investimento da regra de decisão, de forma que essa maximize o valor daquela. O presente trabalho tem como objetivo analisar um projeto de planta na indústria de petróleo com tecnologia GTL (Gas-to-liquid) usando a Teoria das Opções Reais. A tecnologia GTL possibilita a conversão de sólidos, biomassas, líquidos e gases em derivados tais como a nafta, diesel, parafinas e lubrificantes de alta qualidade. Neste estudo, a TOR é ajustada para avaliar a capacidade de o projeto poder mudar seus inputs e/ou outputs, selecionando a alternativa que maximize o retorno, de acordo a cada cenário. O investimento ocorre em um ambiente de incerteza, onde os preços (fatores de incerteza) são considerados estocásticos e seguem um processo de reversão à média, e a análise é estimada por simulação de Monte Carlo.

Read More →

Autores: Letícia A. Costa, Carlos P. Samanez

Palavras-chave: , , , ,

Gás natural: Energia, meio-ambiente, desenvolvimento e externalidades

O gás natural é uma das principais fontes de energia não-renovável na matriz energética brasileira, sendo perceptível o aumento da demanda por este energético. Isto pode ser verificado com a expansão de investimentos no Brasil e no Estado da Bahia para os diversos setores. Os benefícios ambientais do gás natural evidenciam as vantagens de uso deste insumo em relação aos outros combustíveis fósseis. Este trabalho aborda a disponibilidade de gás natural no Brasil e de que forma ocorre a sua participação na matriz energética nacional. Trata da questão da vulnerabilidade do mercado pelo conflito entre a crescente demanda por parte dos diversos setores e a necessidade de despacho de térmicas. Aponta cenários e perspectivas futuras, e fatores limitadores para o seu crescimento.

Read More →

Autores: Eduardo F. de Sousa

Palavras-chave: , , ,

Mercado de gás natural e a introdução de uma nova tecnologia

O presente artigo tem por objetivo analisar a possibilidade do desenvolvimento do mercado de gás natural através da introdução de uma nova tecnologia, a célula a combustível. Será mostrada a necessidade da atuação do Estado nesta iniciativa de massificar o uso do gás natural via célula combustível, já que há a presença de externalidade, advinda da poluição produzida por combustíveis/insumos atualmente usados, e devido o caráter de bem meritório do processo de desenvolvimento de novas tecnologias. Essa atuação do Estado seria feita por meio de políticas de “Second Best”, tal qual já ocorrera no Programa Nacional do Álcool – PROÁLCOOL, que difundiu o uso do álcool combustível no setor rodoviário.

Read More →

Autores: Juliana Hissae Tanaka, Miguel Edgar Morales Udaeta

Palavras-chave: , , , , ,